Novo patch de cannabis para a dor da fibromialgia e tratamento da dor do nervo diabético

Dois novos medicamentos foram desenvolvidos para a dor da fibromialgia e tratamento da dor do nervo diabético por uma empresa especializada em medicamentos à base de cannabis. Um adesivo transdérmico é colocado na pele e na corrente sanguínea para a medicação da dor da fibromialgia e dor nervosa diabética.

Os remendos promovem a cicatrização de uma área lesada do corpo. Em comparao com outros tipos de distribuio de medicao, tais como via de transporte por via oral, tica, intravenosa, intramuscular, etc., transdmica, a entrega de fmacos mais vantajosa.

O adesivo usado para o tratamento da dor do nervo diabético fornece ao paciente uma liberação controlada do medicamento no paciente, ele pode ser fornecido ao paciente através de várias formas, tais como:

  1. Através de uma membrana porosa cobrindo um reservatório de medicação.
  2. O calor do corpo derretendo camadas finas de medicação embebidas no adesivo que conterá o extrato de canabinóide de alta potência (CBD), este extrato entra lentamente na corrente sanguínea e penetra no sistema nervoso central do paciente liberando o alívio da dor.

The CEO of cannabis science, Mr. Raymond C. Dabney believes that the future of cannabis science is based on the development of these two new pharmaceutical medicinal applications.  The company is striving to enhance the land capacity for growth and facilities to manufacture its own products to supply to scientists with proprietary materials to make these formulations. On the other hand cannabis company is also busy in researching more potential needs for cannabis medical applications and introducing the methods for delivery of these medications.

Estima-se que a fibromialgia afete de 2% a 8% da população, enquanto as mulheres têm o dobro de probabilidade de sofrer de fibromialgia. Pessoas com dor no nervo diabético e fibromialgia experimentam dor crônica generalizada e resposta alarmante da dor à pressão. A neuropatia periférica (NP) é considerada um dano ou uma doença que afeta os nervos, o que pode prejudicar a sensação, o movimento, a glândula ou a função de órgãos ou outros aspectos da saúde, dependendo do tipo de nervo afetado.

“O CBD é o segundo maior canabinóide da maconha depois do THC. Sem os efeitos psicoativos que o THC traz, tem propriedades antiinflamatórias e reveladoras da dor. MR Dabney também conclui que: “à medida que mais estados legislam nacionalmente para a legalização da cannabis e medicamentos derivados da cannabis, aqui na Cannabis Science, o foco está no desenvolvimento de medicamentos farmacêuticos e aplicações para suprir a enorme demanda crescente esperada nos próximos anos. poucos anos.”

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *